Como funciona o Rejuvenescimento íntimo

Apesar do assunto ainda ser um tabu, o Brasil é o país líder quando o assunto é cirurgias vaginais estéticas, com quase o dobro de procedimentos em relação ao segundo ranking (Estados Unidos).

 

Porém, nem todo mundo tem interesse ou disponibilidade para se submeter a um processo tão longo e complicado, e por isso outros métodos têm ganho força nos últimos anos.

 

Um deles é o rejuvenescimento íntimo a laser fracionado, que emite feixes de luz, de forma precisa, que são absorvidos por moléculas de água do organismo. É, principalmente, recomendado para mulheres que apresentam sintomas de atrofia genital, que dificultam a experiência sexual, baixam a autoestima e a interferem na qualidade de vida.

 

Esse procedimento é altamente indicado para:

 

- Tratamento de incontinência urinária, que pode ser apresentado por mulheres na menopausa e após a maternidade, graças à perda de elasticidade da pelve;

 

- Eliminação de sintomas da perda de estrogênio, como vagina seca, perda de sensibilidade sexual e a diminuição da libido.

 

- Melhoria estética, clareando a pele da região, e reduzindo ou aumentando os lábios.

Esse tipo de trato genital é muito comum em mulheres que passam pela menopausa, sendo que 50% delas apresentam alguns dos sintomas do declínio da produção de estrogênio. Porém, o tratamento pode ser feito em qualquer idade, contanto que indicado por um médico responsável.

 

Você sofre com algum desses sintomas? Agende uma consulta com a Dra. Alessandra Toledo e esclareça dúvidas sobre o tratamento a laser.